fbpx

Dúvidas? Entre em contato com nosso time!

Selecione e contrate agora a Senhor Contábil

HomeBlog Senhor ContábilFiscalBalanço financeiro: Entenda como ele pode ser fundamental para o planejamento do seu negócio

Balanço financeiro: Entenda como ele pode ser fundamental para o planejamento do seu negócio

Postagens recentes

O balanço financeiro é um relatório também conhecido como ” balanço patrimonial” que compara as receitas, despesas, recebimentos, pagamentos e saldo dentro de um determinado período.

Muitos empreendedores ainda tem dúvidas de como realizar esse balanço importante para avaliar a real situação financeira do negócio. Enquanto que outros, mantém uma periodicidade para verificar se a empresa está dando lucro ou prejuízo e ainda, fazer novos planos para o futuro.

A formulação do balanço financeiro é essencial para garantir que o negócio tenha vida longa, além de identificar possíveis falhas no fluxo do dinheiro.

Como é feito o balanço financeiro?

A composição desse documento se baseia em 3 categorias, são elas:

1- Ativos

Se refere aos bens de uma empresa  que ainda podem se reverter em benefícios para o negócio, como por exemplo: O estoque e as aplicações.

Dentro disso, o ativo é avaliado de 2 formas: Circulante e não circulante.

O ativo circulante nada mais é do que o caixa, estoque e pagamento de notas que já foram emitidas e que são recebíveis até um ano da formulação do balanço financeiro.

O ativo não circulante são os valores recebidos de maneira recorrente. Além disso, são somados os bens usados para executar as tarefas como: Computadores, móveis, carros, motos e imóveis.

2- Passivos

Diz respeito às contas à pagar e demais obrigações da empresa como empréstimos, dúvidas e outras despesas.

O passivo também pode ser dividido em circulante e não circulante.

O passivo circulante é o pagamento de dívidas durante 1 ano. Podemos destacar os impostos e os salários nessa categoria.

O passivo não circulante em caso onde a quitação de uma dívida é mais prolongada, ou seja, será feita após 1 ano do balanço. Um exemplo são os financiamentos de imóveis ou veículos.

3- Patrimônio Líquido

Essa é a diferença positiva entre o valor dos ativos e passivos. Em suma, é o capital que a empresa detém.

O ideal é que no final de cada mês seja feito um balancete de verificação com a finalidade de confirmar todas movimentações do livro razão. Dessa forma, nenhuma informação de receita ou despesa passará despercebida.

Qual é a importância do balanço patrimonial para o administrador?

Através do relatório é possível avaliar a situação financeira da empresa de uma forma geral, ele ajuda em diversos aspectos como:

-É uma ferramenta de análise de decisão, com isso, é possível impulsionar a lucratividade e a rentabilidade;

-É possível analisar e monitorar alguns indicadores da empresa como a margem de lucro líquida, retorno sobre patrimônio, taxa de crescimento de lucro, retorno sobre ativos e índice de endividamento;

Não se pode esquecer que ter um balanço financeiro pode ajudar na gestão do negócio, além disso, é obrigatório que toda a empresa tenha um registro contábil para anotar as movimentações que dizem respeito às atividades, isso inclui todos bens, direitos e obrigações.

O documento assegura mais tranquilidade para a empresa, é através dele que o empresário pode defender seu negócio em processos tributários e analisar o desempenho das estratégias empresariais utilizadas.

O Balanço Financeiro e a Demonstração do Resultado do Exercício são consideradas as duas análises indispensáveis dentro de uma empresa.

Os resultados desse relatório podem mostrar os índices econômicos de uma forma mais clara, inclusive se está obtendo boa lucratividade, se possui muitos bens imobilizados ou seu grau de endividamento.

Para fazer um balanço financeiro eficiente, é importante contar um profissional de contabilidade especializado, desse modo, todas as transações financeiras em um determinado período são estudadas devidamente.

Em suma, o balanço patrimonial não é uma opção, mas sim, indispensável para a companhia.

Com isso, são garantidos os índices de liquidez necessários para continuar o negócio e ainda, segue-se as normas contábeis obrigatórias para as empresas de qualquer segmento.

Gostou do nosso conteúdo? Confira também: O que é e pra que serve o DRE?

Há mais de 08 anos realizando a gestão contábil e fiscal de empreendedores em todo o Brasil. Fale com nossos especialistas e migre agora sua empresa de MEI para ME.

CNPJ: 24.233.534/0001-26
CRC: 2SP035218

Receba nossa newsletter

Enviamos apenas e-mails interessantes e relevantes.

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.
© Copyright 2024 | Senhor Contábil – Todos os direitos reservados.

Soluções para sua empresa

Fale com um especialista

Preencha as informações que em breve entraremos em contato com você.
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.
Você prefere que o especialista te contate por:

Obrigado por nos contatar!

Entraremos em contato em breve.